14/03/2012 21h55

FETEMS publica o ranking salarial e lança prêmio “Prefeito Educador”

 

 

 Na semana em que o Brasil para as redes públicas de ensino para lutar por melhorias na educação pública, em uma greve nacional, que acontecerá a partir desta quarta-feira (14), a FETEMS (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) publica o ranking salarial dos professores, com o valor do Piso Salarial praticado nas redes públicas municipais e na rede estadual de ensino, e lança o prêmio “Prefeito Educador”.

No ranking apenas 13 prefeituras municipais de Mato Grosso do Sul cumprem na íntegra a Lei Federal n° 11.738, a lei do Piso Salarial Nacional, que seria pagar o valor do Piso em R$ 1.451 e garantir 1/3 da hora-atividade dos professores para planejamento de aula. Em nível estadual o Governo não cumpre a Lei do Piso Nacional na sua íntegra, paga o salário de R$ 1489,67, mas não concede à hora-atividade.

Entre os municípios sul-mato-grossenses que cumprem a Lei do Piso na sua íntegra, Paranaíba é o que possui o melhor salário para os profissionais da educação com um piso de R$ 2.019, em seguida está Naviraí com R$ 1.771 e em terceiro o município de Água Clara com salário de R$ 1.585. Os salários são para os profissionais com formação em nível do magistério para uma jornada de até 40 horas semanais. Os outros municípios que cumprem a Lei são: Sidrolândia, Antônio João, Coronel Sapucaia, Aquidauana, Brasilândia, São Gabriel D’oeste,Inocência,Três Lagoas, Miranda e Camapuã.

No dia 15, na próxima quinta-feira, a diretoria da FETEMS e os seus 71 sindicatos afiliados, homenagearão os prefeitos que cumprem a Lei do Piso Nacional na sua íntegra, com o prêmio “Prefeito Educador”, em um ato, na sede da Federação, às 15h30.

Segundo o presidente da FETEMS, Roberto Magno Botareli Cesar, com a publicação do ranking e com o prêmio a Federação cumpre o seu papel não só de cobrar do Governo do Estado e dos municípios que não cumprem a Lei do piso uma postura, como divulga positivamente as prefeituras municipais que estão dentro da Lei. “Nossa intenção é mostrar para a sociedade a postura que as prefeituras municipais e o próprio Governo do Estado têm em relação à educação pública, pois a construção de um ensino de qualidade está diretamente ligado a valorização profissional dos que dedicam a sua vida a ensinar os filhos dos trabalhadores brasileiros”, afirma.

Acesse o Ranking Salarial:http://www.fetems.org.br/up_file/file_1331610540_Ranking_Salarial_2012.pdf


 

FETEMS

Vídeos

  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz
  • Juvenil CTG Recanto da Laguna 27º FEGAMS

Agenda

Publicidade