07/08/2012 18h41

Leandro Damião decide, Brasil vence Coreia do Sul e pega México na final do futebol

 

Seleção brasileira tentará primeiro ouro de sua história neste sábado, às 11h, em decisão marcada para Wembley

 

 

 

 

 

Leandro Damião e Rômulo (ao fundo) fizeram os gols brasileiros. Foto: Andrew Yates / AFP

 

 

 

Do R7

Prevaleceu o talento brasileiro diante da disciplina tática da Coreia do Sul. Com jornada inspirada de Leandro Damião, o Brasil venceu por 3 a 0 nesta terça-feira (8), no estádio Old Trafford, em Manchester (ING) e se aproximou da cobiçada medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

O rival que tentará impedir o feito inédito do futebol brasileiro já está decidido: será o México, que mais cedo mostrou força ao virar para cima do Japão e vencer por 3 a 1. A decisão ocorre no sábado (11), às 11h, no lendário estádio de Wembley, em Londres.

Será a terceira final olímpica da história da seleção brasileira. Antes, nos Jogos de Los Angeles 1984 e Seul 1988, o Brasil ficou com a medalha de prata, sendo derrotado por França e União Soviética, respectivamente.

Depois, nas edições de Atlanta 1996 e Pequim 2008, duas Olimpíadas em que o País entrou como favorito, veio o amargo gosto do bronze. Agora, o trauma das semifinais foi exorcizado.

Brasil com mudanças

Mano Menezes, que na véspera fechou o último treino, promoveu mudanças na equipe. Deixou no banco de reservas o atacante Hulk e promoveu a entrada do lateral-esquerdo Alex Sandro. Com isso, Marcelo passou a atuar no meio-campo, com total liberdade e fortalecendo o setor, ponto forte da Coreia do Sul.

Mas quem esperava uma pressão inicial da seleção brasileira se enganou. Foi a Coreia do Sul quem tomou a iniciativa do jogo e fez verdadeira blitz na aérea brasileira nos 15 minutos iniciais.  Aos 11min, Sandro foi o salvador cortando de cabeça, enquanto dois minutos depois o capitão Thiago Silva surgiu em cima da linha para salvar a meta brasileira após cabeçada de Ji.

Com imensa dificuldade para organizar seus ataques, o Brasil apostava apenas nas jogadas individuais, principalmente com Marcelo, e em arremates de fora da área. Em um desses, aos 22min, Sandro arriscou, Lee soltou e Leandro Damião mandou o rebote raspando a trave.

O desafogo veio aos 37min. Neymar iniciou contra-ataque e tocou para Oscar. O camisa 10 arrancou diante de vários marcadores e segurou a bola até a hora certa de dar o passe preciso para Rômulo. O volante surpreendeu pela direita da grande área e bateu por baixo do goleiro Lee.

Leandro Damião decide no segundo tempo

O segundo tempo começou com revolta sul-coreana. Kim Hyunsung invadiu a área aos 3min e caiu ao passar por Sandro. O árbitro ignorou e não marcou pênalti. Pior ainda para a Coreia do Sul que o segundo gol brasileiro não tardou.

Aos 11min, Marcelo e Neymar fizeram linda tabela pela esquerda, mas o lateral furou a bola na frente do goleiro Sorte que o atacante Leandro Damião vinha logo atrás e não perdoou, ampliando o placar.

A bem arrumada Coreia do Sul se desarrumou e o Brasil passou a encontrar facilidade para contra-atacar. Aos 18min, o zagueiro Thiago Silva deu lançamento primoroso para Neymar. Novamente pela esquerda, o atacante puxou para o meio e tentou tabela com Oscar, bloqueada pela zaga. De novo, a bola sobrou para Leandro Damião, que bateu no canto de Lee e marcou mais um.

Depois disso, o jogo "acabou". Restou à seleção brasileira administrar o placar, sem sofrer sustos. Deu tempo de Mano tirar Marcelo, Juan e Leandro Damião, colocando Hulk, Bruno Uvini e Alexandre Pato.

R7

Vídeos

  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz
  • Juvenil CTG Recanto da Laguna 27º FEGAMS

Agenda

Publicidade