07/04/2017 16h14

Vazamento de amônia assusta funcionário do JBS na Capital

(Foto: Luiz Alberto/Midiamax Funcionários do Frigorífico JBS na BR-060 agrupam-se em frente à unidade para fugir do gás amônia que vazou

Acidente aconteceu no início da tarde de ontem, provocou desmaios e fuga para margem da BR-060 e resultou em 18 pessoas feridas

 


Um acidente com vazamento de amônia assustou os funcionários que trabalhavam no início da tarde de ontem no Frigorífico JBS, unidade II, localizado à margem da BR-060, na saída de Campo Grande para Sidrolândia. Algumas funcionárias chegaram a desmaiar logo após o vazamento e 18 pessoas foram socorridas com intoxicação pelo produto por unidades do Corpo de Bombeiros e do Samu e hospitais e unidades de saúde da Capital.

O vazamento aconteceu por volta de 13h de ontem, quando o frigorífico operava normalmente e foi acionado o alarme de emergência, levando os funcionários a abandonarem suas tarefas e correrem para fora do prédio, grande parte deles chegando à margem da rodovia para evitar a contaminação pela amônia, uma produto químico utilizado no setor de refrigeração da unidade.

Conforme informações do Corpo de Bombeiros, funcionários passaram mal em razão do forte cheiro do produto químico e, segundo relato de um dos trabalhadores, duas mulheres chegaram a desmaiar durante a evacuação do prédio, mas foram prontamente socorridas e retiradas para fora.



O acidente foi percebido por um grupo de funcionários que trabalhavam dentro do prédio e que, ao sentirem os primeiros odores do produto químico, deixaram seus postos de trabalho e passaram a correr em direção à saída gritando "amônia", alertando os demais e os responsáveis pela segurança que acionaram a sirene de alerta.

Em menos de meia hora, quatro viaturas do Corpo de Bombeiros e três do Samu chegaram ao frigorífico, onde os bombeiros e socorristas passaram atender os funcionários que apresentavam maior teor de intoxicação pelo produto, sendo 10 deles encaminhados a unidades de saúde da Capital, a maioria sem gravidade.



Mesmo com o socorro, funcionários que haviam aspirado a amônia, afastaram-se bastante do prédio do frigorífico esperando passar o efeito do produto químico, respirando o ar profundamente para limpar os pulmões. Equipes de segurança do frigorífico, após o socorro às pessoas mais afetadas pelo gás, orientaram os trabalhadores a retornarem para o pátio da empresa, para aguardar os reparos e voltar ao trabalho.



Além do socorro aos trabalhadores afetados pelo gás tóxico, os bombeiros também isolaram o prédio para uma vistoria e perícia no local do vazamento, ocorrido em uma unidade de máquinas, onde um dos tubos que transporta a amônia até o sistema de refrigeração do frigorífico rompeu-se e espalhou o gás pelo ambiente interno e também fora do prédio, onde o cheiro do produto continuava forte durante boa parte da tarde.

Equipes das polícias Civil e Militar Ambiental (PMA) foram ao frigorífico e, junto com os bombeiros, efetuaram análises de equipamentos e das condições do prédio para emitir um relatório sobre o acidente, que pode resultar em multa para a empresa.

NOTA JBS

"A JBS esclarece que na tarde de hoje (06) houve um vazamento de amônia em sua unidade de Campo Grande (MS), localizada na Rod. BR60, que foi rapidamente controlado. Por precaução, a unidade foi imediatamente evacuada. Alguns colaboradores foram encaminhados aos postos de saúde locais e todos estão fora de risco. A JBS informa ainda que as causas do ocorrido estão sendo apuradas pela empresa. As operações estão temporariamente suspensas até que o local seja liberado pelo Corpo de Bombeiros".

Midia Max

Vídeos

  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz
  • Juvenil CTG Recanto da Laguna 27º FEGAMS

Agenda

Publicidade