24/04/2014 12h39

PF de Dourados protesta contra descaso e censura

(Foto: Cido Costa) Policiais reunidos na entrada da Delegacia Regional em Dourados, durante protesto contra o sucateamento realizado na manhã de ontem.

Policiais Federais de Dourados realizaram na manhã de ontem mais um protesto. Aliados às manifestações nacionais, agentes, escrivães e papiloscopistas se posicionaram contra o sucateamento da segurança pública, utilizando narizes de palhaço, mordaças e as mãos “sujas de sangue”.

Segundo o vice-presidente regional do Sindicato dos Policiais Federais em Mato Grosso do Sul (Sinpef/MS), Carlos Silva, a categoria luta por melhores condições de trabalho, e por isso, tem chamado a atenção da população e das autoridades.

As ações ocorreram em frente à sede da delegacia, localizada na Vila Popular. “Como temos evidenciado desde o início do ano, a PF sofre retaliações por parte do governo federal. Enfrentamos uma situação de descaso, um verdadeiro abandono que vai desde salários defasados, até sucateamento de delegacias e censura em algumas investigações”, disse Silva, explicando o significado da paralisação.

“O nariz de palhaço representa a maneira como estamos sendo tratados pelo governo que mente para nós o tempo todo, como se fossemos palhaços. Usamos tintas vermelhas nas mãos para simbolizar o sangue das vítimas derramado pela falta de investimento na segurança. As mordaças representam a censura que o governo nos impõe, fazendo ameaças quando agimos contra seus interesses”, explicou.

Em todo país

Segundo a Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), no ano passado 230 servidores deixaram a PF, e o número de policiais diminui gradativamente devido aos salários congelados há sete anos, com perdas superiores a 40%. A Federação também diz que a categoria sofre ingerências políticas nas investigações, com atribuições constitucionais sendo repassadas a outros órgãos.

Manifestos

Desde o início deste ano, a Polícia Federal tem feito diversos manifestos contra o sucateamento da categoria. Conforme noticiado anteriormente pelo O PROGRESSO, os policiais já fizeram um algemaço, o protesto das mulas, enxugaram gelo, ficaram em luto pela morte da segurança pública e pelos colegas suicidas, entregaram pizzas e fincaram cruzes em frente à sede da Delegacia Regional, entre inúmeros outros movimentos.

O Progresso

Vídeos

  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna na Fenart 2017
  • Invernada Mirim classificada pra final da fenart 2017

Agenda

Publicidade