19/10/2018 09h50

Fundadora das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, Madre Clélia Merloni, será beatificada

Divulgação IASCJ Madre Clélia Merloni será beatificada no dia 03 de novembro

As Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus terão sua Fundadora, Madre Clélia Merloni, beatificada no próximo dia 03 de novembro, em Roma, na Basílica São João de Latrão.

A beatificação é um ato solene por meio do qual o Papa, a autoridade suprema na Igreja Católica, declara que uma pessoa praticou virtudes heroicas e viveu com fidelidade na graça de Deus, sendo reconhecida como um exemplo a ser imitado.

Muitas pessoas relatam receber graças por meio da intercessão de Madre Clélia, e o milagre reconhecido para a sua beatificação ocorreu no Brasil. Isso é motivo de alegria para nós, Irmãs Apóstolas, pois no Brasil se encontra um grande número de Irmãs.

Atualmente as Irmãs estão presentes em 15 países: Itália, Suíça, Estados Unidos, Irlanda, Albânia, Benin, Moçambique, Portugal, Filipinas, Haiti, Argentina, Chile, Uruguai, Paraguai e Brasil. Atuam em diferentes campos de missão: educação, saúde, serviço pastoral e promoção humana e social.

O Carisma das Apóstolas é o Coração de Jesus, no compromisso de torná-Lo mais conhecido, amado e glorificado.

Conheça um pouco da vida de Madre Clélia:
10 de março de 1861 – Nascimento de Clélia, em Forli, Itália.
30 de maio de 1894 – Fundação do Instituto das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus, em Viareggio, Itália.
21 de novembro de 1930 – Morte de Madre Clélia, em Roma.
20 de maio de 1945 – Devido aos bombardeios da 2ª guerra mundial, o Cemitério Campo Verano, de Roma, teve as sepulturas danificadas. No trabalho de organização do Cemitério, o corpo de Madre Clélia (após 15 anos de sua morte) foi encontrado intacto e transferido do Cemitério para a Capela da Casa Geral.
1951 – MILAGRE ATRIBUÍDO À INTERCESSÃO DE MADRE CLÉLIA – No Brasil, em Ribeirão Preto/SP, o médico Pedro de Oliveira Filho foi curado da paralisia de Landry (Síndrome de Guillain-Barre) por meio da intercessão de Madre Clélia, depois de ter bebido a água que continha uma relíquia dela.
1990 – Abertura do processo de canonização, em Roma.
1998 – Encerrou-se o processo a nível diocesano e passou para o Vaticano.
2014 – A pesquisa sobre a vida, virtudes e fama de santidade de Madre Clélia foi aceita pela Congregação para as Causas dos Santos.
2016 – O Papa Francisco reconheceu as virtudes heroicas da Serva de Deus, Clélia Merloni.
Janeiro de 2018 – O Papa Francisco assinou o Decreto da Beatificação para o dia 03/11/2018. A partir deste dia passará a ser chamada BEM-AVENTURADA MADRE CLÉLIA MERLONI.
23 de abril de 2018 – Reabertura do túmulo de Madre Clélia (após 88 anos de sua morte) e seu corpo foi encontrado incorrupto.
03 de novembro de 2018 – Beatificação de Madre Clélia Merloni, em Roma, na Basílica São João de Latrão (Diocese onde foi aberto o processo de sua beatificação). A partir deste dia o corpo de Madre Clélia estará exposto em uma urna de vidro para visitação dos peregrinos na Capela da Casa Geral das Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus.

Visite o site e saiba mais   www.madreclelia.org

CONVITE ESPECIAL – PARTICIPE CONOSCO!
- Vigília em preparação à Beatificação de Madre Clélia - Dia 02 de novembro – a partir das 20h, em Curitiba/PR. Reportagem pela TV Evangelizar.

Missa transmitida ao vivo de Roma – Beatificação de Madre Clélia -
Transmissão pela TV Canção Nova, às 7h (horário de Brasília).

Contamos com sua participação!
Irmãs Apóstolas do Sagrado Coração de Jesus
presentes na Diocese de Dourados – Laguna Carapã e Dourados

IASCJ

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade