06/07/2016 12h26

Acusado de metralhar Rafaat é transferido para região de Assunção

Foto: Gustavo Machado/ABC Color Brasileiro será transferido ainda hoje de penitenciária

Sergio Lima dos Santos, 34 anos, apontado como executor do empresário e traficante Jorge Rafaat Toumani foi transferido da cidade de Pedro Juan Caballero, onde ocorreu o crime, para penitenciária nas imediações da Capital Assunção, no Paraguai.

O diretor da penitenciária de Pedro Juan rejeitou a permanência de Sérgio no local, alegando superlotação da unidade prisional. Também havia a preocupação de receber o acusado, já que ele pertenceria à facção PCC, do Rio de Janeiro, interessada em comandar o tráfico na fronteira.

O diretor de Assuntos Prisionais do Ministério da Justiça paraguaio, Artemio Vera, disse ao jornal ABC Color que Sergio será transferido ainda nesta terça-feira (05) para penitenciária na cidade de Tacumbú, vizinha a Assunção. Ele permanecerá preso à disposição da justiça paraguaia

Sergio, quando foi preso um dia após o crime, foi encaminhado a hospital, já que foi ferido em confronto, e desde então estava sob custódia da Policia Nacional do Paraguai.

O caso

Na noite de 15 de junho, pelo menos cem pistoleiros armados fizeram uma emboscada para o empresário Jorge Rafaat Toumani, no centro de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã.

Usando uma metralhadora antiaérea instalada em uma caminhonete Toyota roubada na Argentina, os pistoleiros perfuraram a blindagem do utilitário Hummer conduzido por Rafaat. A polícia do Paraguai afirma que Sergio dos Santos manuseou a metralhadora.

Houve troca de tiros entre os pistoleiros e os seguranças de Rafaat e Sergio foi ferido no rosto. Na mesma noite do ataque ele foi deixado em um hospital de Pedro Juan Caballero, depois de receber os primeiros socorros. De lá foi levado para o hospital de Fernando de La Mora.

O Ministério Público investiga quem pagou as despesas médicas do brasileiro nos dois hospitais em que foi atendido.

Dourados Agora

Vídeos

  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz
  • Juvenil CTG Recanto da Laguna 27º FEGAMS

Agenda

Publicidade