01/03/2018 07h21

Suspeito de planejar execução de Rafaat é preso

Elton Leonel Rumich da Silva, 34, foi preso nesta terça-feira, dia 27 de fevereiro, no Rio de Janeiro quando, fazia uma nova tatuagem na perna em estúdio localizado no bairro de Ipanema. Ele é apontado como um dos responsáveis pela execução de Jorge Rafaat, no dia 15 de junho de 2016, aos 54 anos, em Pedro Juan Caballero.

O rapaz estava usando documento falso, mas também tinha mandado de prisão em aberto, segundo a polícia carioca. Elton apresentou a identidade falsa, porém os agentes, segundo divulgado, o reconheceram por já ter trocado informações sobre sua presença no local com o setor de inteligência da segurança flumimense.

A prisão foi feita por policiais Civis da Desarme (Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos).

De acordo com o G1/RJ, Elton Leonel Rumich da Silva, conhecido também como 'Galã', é considerado, hoje, um dos principais fornecedores de drogas do Paraguai para as maiores facções criminosas do Brasil, como o Comando Vermelho e o Primeiro Comando da Capital (PCC).

"Galã" seria ligado diretamente ao grupo criminoso PCC, surgido em presídios de São Paulo, que está espalhado por todo o País, com forte presença em Mato Grosso do Sul.

Ainda conforme o portal, ele teria assumido o “espólio” de Jorge Rafaat.

Também conhecido como Gallant, o traficante já havia sido preso diversas vezes com armas, munições e drogas. É tido, ainda, como aliado de Jarvis Chimenes Pavão, 48 anos, traficante concorrente de Rafaat, extraditado para o Brasil no fim de 2017, depois de uma longa negociação e sob forte esquema de segurança.

Dourados News

Vídeos

  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna na Fenart 2017

Agenda

Publicidade