04/02/2019 09h16

Simone Tebet pode deixar MDB após eleição no Senado

A senadora Simone Tebet (MDB-MS), que foi derrotada por Renan Calheiros (MDB-AL) na reunião que escolheu, na quinta-feira, o candidato do partido à presidência do Senado, disse que a votação mostrou um racha dentro da legenda.

Simone foi ameaçada por Renan de ser expulsa do partido após demonstração de apoio e também voto em Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a presidência do Senado. Com os votos de 42 dos 81 senadores, Davi foi eleito no sábado presidente do Senado Federal para os anos de 2019 e 2020.

"Abri mão da minha candidatura em favor do senador Davi Alcolumbre por acreditar que o Senado precisa recuperar a credibilidade perante a sociedade que quer renovação e alternância de poder", postou em sua rede social.

Em seguida, ela falou sobre a suposta expulsão. "Se o MDB, meu partido, não só renega o passado, fazendo tudo ao contrário do que o passado diz, mas quer fazer dele um partido de poucos, então, não serei eu expulsa, eu é que pedirei para sair, porque não mais encontrarei nele os ideais de Ulysses Guimarães, de Tancredo Neves, de Pedro Simon, de Ramez Tebet", afirma Simone em nota.

Agência Brasil

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade