27/08/2018 16h09

Famasul divulga nota oficial sobre invasão em Caarapó

A Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul) repudia a nova ocorrência de invasão indígena em uma propriedade de Caarapó, que teve o registro de seis funcionários mantidos reféns.

Com 143 invasões registradas, sendo 21 apenas em Caarapó, Mato Grosso do Sul tem um número expressivo de produtores rurais que, mesmo tendo adquirido suas áreas de forma legítima e com posse pacífica exercida há mais de meio século, têm seus títulos questionados e suas propriedades invadidas.

São ocorrências que evidenciam a insegurança jurídica vivenciada há décadas em nosso estado, resultante da falta de uma resposta definitiva, por parte do Poder Público, que garanta a pacificação no campo.

A Famasul defende a obediência à lei sem exceção e, por isso, refletimos na ausência de medidas equiparadas para os dois lados dessa questão, uma vez que todos os conflitos fundiários registrados em Mato Grosso do Sul são consequências de invasões de propriedades privadas. Além de comprometer a preservação do Estado de Direito, a repetição e permanência dessas invasões potencializam a tensão social e a descrença dos Poderes Constituídos.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Fonte: Assessoria de Comunicação do Sistema Famasul

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade