05/06/2014 09h08

Segundo estimativa da Aprosoja, Laguna deve colher acima de 90 sacas por ha na safrinha

divulgação Lavouras de milho safrinha estão tendo um bom desenvolvimento

Segundo Aprosoja/MS, Laguna Carapã deve colher acima de 90 sacas por ha. Colheita deve se iniciar ainda na primeira quinzena de junho



Ponta Porã e São Gabriel do Oeste vão liderar o ranking de produtividade do milho safrinha em Mato Grosso do Sul e colher aproximadamente 100 sacas de 60 quilos por hectare. A estimativa é da Associação dos Produtores de Soja do Estado (Aprosoja/MS) que, por meio do Sistema de Informações Geográficas do Agronegócio (Siga), projeta produtividade média de 82 sacas por hectare em Mato Grosso do Sul.

Com o início da colheita previsto para a primeira quinzena deste mês, o levantamento da Aprosoja/MS antecipa que esta safrinha do milho poderá atingir volume próximo ao recorde no ciclo passado, quando os agricultores colheram 7,8 milhões de toneladas. “A expectativa é que cheguemos a uma produção de 7,4 milhões de toneladas”, estima o presidente da Associação, Mauricio Saito.

De acordo com Siga, a produtividade mínima dos municípios inclusos nos estudos é de 70 sacas por hectare nas regiões de Sidrolândia e Nova Alvorada do Sul. Com previsão de produtividade superior estão Laguna Carapã, Bandeirantes, Chapadão do Sul e Caarapó, com 90 sacas por hectare. Amambai, Dourados e Rio Brilhante têm estimada colheita de 80 sacas por hectare e Naviraí, com 75.

Aprosoja MS

Vídeos

  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz
  • Juvenil CTG Recanto da Laguna 27º FEGAMS

Agenda

Publicidade