22/03/2017 08h27

Setor produtivo atesta qualidade da carne de MS

Foto: O Progresso Representantes do setor produtivo e fiscais reunidos com Fiems e outros órgãos em Campo Grande

Federação da Indústria afirma que a carne passa por um serviço de inspeção rígido e rigoroso, no Estado

 

 

Reunidas ontem na sede da Famasul, em Campo Grande, entidades representativas do setor produtivo e autarquias responsáveis pela fiscalização sanitária animal e vegetal em Mato Grosso do Sul atestaram a qualidade da carne produzida no Estado. Representantes de 17 federações, sindicatos e associações, além de órgãos vinculados à inspeção nos frigoríficos sul-mato-grossenses, destacaram que as denúncias de adulteração da carne resultantes pela "Operação Carne Fraca" são pontuais e não se aplicam ao produto comercializado no território estadual, até porque, 80% da carne produzida aqui é para consumo interno.

"Nosso foco, agora, é o mercado interno de Mato Grosso do Sul. Vamos nos ater ao cidadão sul-mato-grossense que continuará, tranquilamente, consumindo seu churrasco, seu frango assado, até porque nosso Estado é um grande consumidor, 80% da carne produzida aqui, fica aqui. E nossa carne passa por um serviço de inspeção rígido e rigoroso, que pode ser detalhado pelos médicos veterinários e fiscais do Ministério da Agricultura aqui presentes", lembrou o presidente da Fiems, Sérgio Longen, ladeado pelo presidente da Famasul, Mauricio Saito, do superintendente federal da Agricultura em Mato Grosso do Sul, Celso Martinez, e pelo presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado, João Vieira, além do diretor-presidente da Iagro, Luciano Chiocheta.

"Podemos ter total confiança não só na carne de Mato Grosso do Sul, mas de todo o País. Defendemos, sim, punições para o mal empresário, para o mal fiscal, mas foi realizada uma verdadeira ‘pirotecnia’ para divulgar as denúncias, que, reforçando, envolve uma parcela ínfima de frigoríficos e fiscais", emendou Longen. O presidente da Famasul, Mauricio Saito, explicou que a reunião foi realizada com intuito de elaborar uma carta aberta, assinada pelas 17 entidades presentes, para atestar a qualidade da carne sul-mato-grossense. "A cadeia produtiva da carne de Mato Grosso do Sul prima por um padrão elevado de qualidade, e passa por uma rigorosa inspeção diária, por isso sempre foi mundialmente respeitada e consumida", disse.

O documento será divulgado para a sociedade de forma a tranquilizar a população sul-mato-grossense quanto ao consumo seguro da carne produzida aqui, e que representa 19% do montante exportado pelo Estado em 2016 (US$ 4,1 bilhões). O superintendente federal da Agricultura em Mato Grosso do Sul, Celso Martinez, lembrou que entre os pouco mais de 4.800 estabelecimentos que processam carne no País e são inspecionadas diariamente de forma rigorosa, apenas 21 são suspeitos de irregularidades apontadas na operação Carne Fria. "Foi um constrangimento desnecessário para os produtores de carne e colocou em xeque, de forma desnecessária, a credibilidade do setor de todo o País, sendo que Mato Grosso do Sul, por exemplo, não está implicado nas investigações. Cabe a nós passar esse esclarecimento à sociedade, de que não há qualquer motivo para alarde ou preocupação", tranquilizou.

Representando o Governo do Estado, o secretário estadual de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, falou que, por ora, não é possível mensurar se a operação terá reflexos no consumo de carne pelos sul-mato-grossenses. "O impacto que consideramos é de imagem, porque a divulgação da operação foi feita de forma irresponsável. Por isso é que estamos fazendo o que cabe a nós para conscientizar a população do Estado de que não há qualquer risco, e, ao mesmo tempo, trabalhamos para minimizar o impacto dos embargos internacionais", afirmou o secretário, que estará em Brasília (DF) nesta terça-feira (21/03) para tratar do tema.

O progresso

Vídeos

  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna na Fenart 2017
  • Invernada Mirim classificada pra final da fenart 2017

Agenda

Publicidade