14/04/2016 12h23

10 segredos para transformar o corpo

Aos 40, a personal trainer americana Holly Perkins mudou completamente o seu shape e agora divide os truques para você também virar o jogo




Foto: AmmentorpDK / Thinkstock / Getty Images
Foto: AmmentorpDK / Thinkstock / Getty Images
Em uma recente conversa com uma médica americana, a personal trainer americana Holly Perkins descobriu que 90% das mulheres estão descontentes com a sua aparência. Mesmo sabendo que ninguém está 100% satisfeita, ela decidiu dividir sua conquista para ajudar quem quer virar o jogo. Acredite, Holly tem 20 anos de experiência no mundo fitness, mas antes de completar 40 anos viu que não estava feliz com seu corpo. A profissional decidiu mudar o jogo e, agora, divide um pouco desse aprendizado.

Criar uma rotina de exercícios é fundamental
Um passo de cada vez. Para acabar com o desejo que seu corpo tem de ficar parado, você precisa tomar uma medida definitiva e consistente a cada dia.

Convença seu corpo de que está decidida a mudar
Você tira férias e quando volta percebe que o rendimento nos exercícios não é mais o mesmo? Para fazer com que seu corpo conquiste outro nível, preste atenção ao número de dias que treina e a intensidade que coloca nos exercícios.

Os resultados levam 10 dias para aparecer
Essa teoria se aplica quando você tem uma nova dieta ou treino. No começo, seu corpo é muito resistente às mudanças mas, acredite, ele também é muito bom em se adaptar. Se receber o mesmo estímulo algumas vezes, certamente acabará cooperando com você. Para qualquer novo plano, você precisa de 10 dias para começar a notar a diferença no manequim.

Dieta é responsável por 80% da mudança
Holly percebeu que a dieta influencia muito na aparência do abdômen. Se ela seguisse uma dieta perfeita, ele ficava delineada e sequinha. Mas se ela saia do cardápio equilibrado, mesmo firme no plano, o tamanho da barriga não mudava. Para ela, tudo se resume quantidade de proteína, gordura e carboidratos que você consume durante a dieta.

A hora certa de apostar no carboidrato
Os carbos não são "bons" ou "ruins". Durante seu processo, Holly descobriu que tinha que comer carboidrato antes e depois dos treinos para executá-los bem, se sentir bem, e obter os melhores resultados.

Suplementos podem colaborar
Sentir fraqueza durante a musculação é simplesmente um fato fisiológico do seu corpo. A personal descobriu que os suplementos podem ser um grande aliado. Com a combinação certa, ela ficou visivelmente mais forte e se sentiu melhor, mesmo durante treinos de alta intensidade.

Devagar e sempre
Trabalhar a paciência na hora do treino (e depois dele) vai fazer com que os resultados apareçam muito mais rápido.

Fuga da zona de conforto
Parte da transformação consiste em seu corpo aceitar mudanças de estímulo constantes e ficar confortável até mesmo com o incômodo de um novo treino, por exemplo.

A idade não significa nada
Aos 30, Holly estava com dores pelo corpo e achava que a idade é que trazia problemas desse tipo. Mas a verdade era que ela estava fora de forma. Com a chegada dos 40, ela tinha mais gordura corporal do que o normal. Hoje está mais em forma do que quando tinha 20 e pouco anos, com mais energia do que quando estava com 30, e mais magra do que aos 39.

Açúcar e álcool deixam o processo mais lento
A personal trainer acredita que a vida deve ser divertida e que, com moderação, açúcar e álcool fazem bem. Porém, ela notou que seu corpo mudava o modo como queimava de gordura sempre que comia mais do que uma pequena quantidade de qualquer um desses alimentos.

Ponta Porã Informa

Vídeos

  • Diretor de escola é esfaqueado por aluno em Naviraí
  • Com adversidades climáticas, produtividade média do milho está próxima de 45 scs/ha em Laguna Carapã (MS)
  • A face de quem produz

Agenda

Publicidade