17/01/2018 13h25

Número de mortes por febre amarela chega a 15 em Minas Gerais, diz governo

Maior parte dos óbitos se refere a pacientes da Região Metropolitana de Belo Horizonte.
Por G1 MG, Belo Horizonte

17/01/2018 13h42  Atualizado há menos de 1 minuto

O governo de Minas Gerais confirmou, nesta quarta-feira (15), mais quatro mortes por febre amarela, chegando a 15 o total de óbitos no estado desde dezembro do ano passado. As últimas confirmações se referem a pacientes de Belo Horizonte, Caeté, Nova Lima e Rio Acima.

Segundo os dados da Secretaria de Estado de Saúde, a maior parte das mortes, 11, são de pacientes da Região Metropolitana. A cidade com maior quantidade de óbitos no estado é Nova Lima – cinco.

Conforme a SES, as mortes registradas no estado se referem a pacientes de dez cidades:

cinco em Nova Lima, na Região Metropolitana;
duas em Mariana, na Região Central;
uma em Belo Horizonte;
uma em Caeté, na Região Metropolitana;
uma em Rio Acima, na Região Metropolitana;
uma em Brumadinho, na Região Metropoliatana;
uma em Carmo da Mata, no Centro-Oeste;
uma em Barra Longa, na Região Central;
uma em Goianá, na Zona da Mata;
uma em Mar de Espanha, na Zona da Mata.
Além dos 15 mortos, outros sete pacientes que estão internados ou se curaram tiveram diagnóstico positivo para febre amarela no estado.

Segundo a SES, desse total de 22 casos confirmados, 21 se referem a homens, e apenas um trata-se de uma mulher. A média de idade dos pacientes é de 45 anos.

Até o momento, não há relato de vacinação para a febre amarela entre os casos confirmados. Conforme a secretaria, a letalidade por febre amarela em Minas Gerais é de aproximadamente 68,2%.

Ainda de acordo com a SES, outros 46 casos seguem sob investigação no estado.

Músico internado em CTI
O compositor Flávio Henrique está internado com febre amarela no Hospital Mater Dei, em Belo Horizonte. O diagnóstico foi informado nesta quarta-feira (17) e confirmado pela família.

Flávio Henrique é presidente da Empresa Mineira de Comunicação, órgão do governo responsável pela Rádio Inconfidência e pela Rede Minas. Ele está no Centro de Terapia Intensiva (CTI) com quadro clínico grave, segundo o hospital.

O que é a febre amarela?
A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos infestados. Em área rural ou de floresta, os macacos são os principais hospedeiros e a transmissão ocorre pela picada dos mosquitos transmissores infectados Haemagogus e Sabethes. Nas cidades, a doença pode ser transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti. Não há transmissão direta de pessoa a pessoa.

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

G1

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade