28/11/2018 16h16

Vagas de médicos cubanos são preenchidas por brasileiros em Dourados

Médicos recém-formados pela UFGD trabalharão em Dourados

Já está feita a reposição dos 10 médicos cubanos que atendiam nos postos de saúde de Dourados pelo programa Mais Médicos e a partir de 3 de dezembro profissionais brasileiros vão ocupar as vagas.

A Secretaria Municipal de Saúde de Dourados vai ampliar ainda, a partir de janeiro de 2019, o número de médicos que atendem a população nas novas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) ativadas.

Conforme informação do secretário de Saúde Renato Vidigal, sete novas equipes de Estratégia de Saúde da Família (ESF) serão abertas em janeiro e cada uma terá um médico à disposição.

Serão duas ESFs novas no Jóquei Clube, três no Ildefonso Pedroso, uma no Jardim Maracanã, uma no Jardim Novo Horizonte e uma no Campo Dourado.

"No Ildefonso a unidade de saúde nova vai atender com 3ESFs. No Campo Dourado, com a demanda crescente de bairros novos, mais uma equipe vai ser ativada. A meta é ampliar mais o atendimento naquela região, principalmente nas imediações do futuro Hospital Regional", explicou Vidigal.

MAIS MÉDICOS
Em relação ao Mais Médicos, a Prefeitura encarou duas frentes e apresentou resolução rápida. A primeira foi o retorno para Cuba de 10 médicos cubanos que atendiam no município. Estes profissionais foram repostos para manter o atendimento.

A segunda demanda, também relacionada ao programa, foi a saída de outros 10 profissionais que atendiam na rede de saúde, depois de selecionados na etapa atual do Mais Médicos.

As ESFs que receberão médicos nesta reposição serão duas no Jardim Maracanã, a do Izidro Pedroso, da Vila Cachoeirinha, do Altos do Indaiá, do Parque das Nações I, da Vila Rosa, da Seleta, do Santo André e da unidade do complexo penitenciário semiaberto.

"Eles foram contemplados com a seleção do programa nacional e vão para as cidades que escolheram. A administração trabalhou rápido para repor estes profissionais e médicos recém-formados da UFGD trabalharão conosco", disse o secretário.

Haverá ainda uma vaga a ser destinada para repor a ausência de médico que estiver com atestado de saúde. "Haverá sempre um profissional à disposição para repor a ausência por motivo de saúde", explicou Vidigal.

Dourados Agora

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade