11/04/2019 08h54

Agricultores de MS contam com chuvas no outono para desenvolvimento do milho safrinha

Foto: TV Morena/Reprodução Produtores ruais de MS contam com período de chuva para desenvolvimento das lavouras

Prognóstico é que fenômenos climáticos causem chuvas acima da média no período em MS, diz Embrapa.
Por Gessé Lopez, TV Morena — Campo Grande

 


A constância das chuvas que chegaram com o outono em MS, facilitando a produção, preocupa produtores rurais do estado. Para o vice-presidente do sindicato rural de Laguna Carapã, Denilson Garlet, a expectativa é que os meses de abril e maio também sejam chuvosos para ajudar no período de granação do milho: "Esperamos que essas chuvas que vieram não sejam as que deveriam vir lá na frente, principalmente nos dois próximos meses. Se não faltar chuva, a gente acredita que vá ser uma boa safrinha", declara.

A chuva foi motivo de comemoração para o produtor rural Fabiano Nava, que plantou 300 hectares de milho e, Laguna Carapã, no sul do estado.

"A expectativa é que essas chuvas permaneçam ao longo do outono para manter esse potencial produtivo. Foi um início bom com chuvas, as lavouras estão crescendo bem, é bom manter essa regularidade para a gente conseguir um potencial alto no final".

O outono é uma estação de transição com características do verão e do inverno, e com mudanças repentinas. O prognóstico para esta estação é a ocorrência de fenômenos que, como o El Niño, aquece as águas do oceano pacífico e muda a temperatura. Ele afeta a quantidade de chuvas em regiões como a de Mato Grosso do Sul, de acordo com Ricardo fietz, agrometeorologista da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) em Dourados:

"As chuvas tendem a diminuir no outono em relação ao verão, e especificamente para 2019, existe 70% de probabilidade de ocorrência de fenômenos de intensidade fraca. Se isso realmente ocorrer, a tendência é que as chuvas sejam acima da média das normais aqui da nossa região", explica.


A cultura do milho tem uma característica muito especial: muitos semearam no verão, torcem para que tudo dê certo no outono e a colheita pode ser no inverno, mas, para quem conseguiu planejar bem a atividade, é possível passar pelas estações e conseguir bons resultados:

"Quem conseguiu semear no período recomendado de zoneamento, que é de 10 de março, o risco de geada vai ser menor. Nos meses de outono as temperaturas são mais amenas e a irradiação solar não é tão forte", finaliza o agrometeorologista.

 

Confira o video da reportagem: http://g1.globo.com/mato-grosso-do-sul/ms-rural/videos/t/edicoes/v/de-olho-no-tempo-produtores-esperam-que-outono-traga-boas-condicoes-para-lavouras/7481901/

G1 MS

Vídeos

  • Acompanhamento de safra do milho com João Firmino, Presidente do Sindicato Rural
  • Presidente do Sindicato Rural fala sobre atraso da Colheita devido a chuva
  • Invernada Juvenil do CTG Recanto da Laguna

Agenda

Publicidade